Em: Notícias CDLNITEROI

Reunião do Conselho Comunitário de Segurança de Niterói – Maio 2018

Em virtude do feriado de Corpus Christi, a reunião do Conselho Comunitário de Segurança de Niterói, que sempre acontece na última quinta-feira do mês, ocorreu no dia 30 de maio, na sede da CDL Niterói.

Na ocasião, o presidente Luiz Vieira parabenizou a equipe da 77ª DP pela participação no grupo de whatsapp criado pela CDL Niterói para integrar os lojistas e a polícia, além de cumprimentar pela prisão da quadrilha que estava assaltando restaurantes na cidade. O presidente também saudou a 81ª DP pela identificação e prisão à quadrilha responsável pelo assalto às lojas americanas.

Luiz Vieira ressaltou ainda que os assaltos aos estabelecimentos comerciais têm acontecido não aos caixas das lojas, mas sim aos clientes, principalmente quando se trata de bares e restaurantes. Ele acredita que isso se deve ao fato da maioria dos pagamentos hoje realizar-se via cartão de crédito, o que diminui o volume de dinheiro guardado nos estabelecimentos comerciais, além do foco principal dos assaltantes atualmente ser o roubo de aparelhos celulares. O efeito psicológico que essa violência gera é extremamente prejudicial ao comércio, porque inibe a circulação de pessoas e o consumo.

O presidente da CDL Niterói também comentou sobre o projeto Niterói Mais Segura, que chegará aos bairros do Fonseca e de Santa Rosa em breve. Para ele, a questão da visibilidade da polícia é fundamental para aumentar a sensação de segurança da população, pois ao visualizar as forças de segurança os criminosos ficam inibidos e, consequentemente, diminuem-se os índices de roubos e furtos. Ainda segundo o presidente, percebe-se um aumento nos números de assaltos na região de Icaraí em relação ao centro de Niterói após as 22h – horário em que se encerra o patrulhamento do Niterói Mais Segura -, em virtude da vida noturna no bairro ser mais intensa do que a da região central. Da mesma forma, acontece na região oceânica e em São Francisco. Luiz Vieira pediu às autoridades presentes que fosse dada uma atenção especial a essas regiões no período da noite, a fim de possibilitar a manutenção da rotina de consumo e entretenimento da população.

Outro ponto também comentado por Luiz Vieira durante a reunião do Conselho Comunitário de Segurança foi a cobrança que deve ser feita tanto pelas autoridades de segurança pública de Niterói, quanto pelos representantes da sociedade civil e a população para o Governo do Estado. De acordo com o presidente, a prefeitura de Niterói tem se empenhado em auxiliar a polícia, investindo em ações que contribuam positivamente para o trabalho, inclusive realizando a doação de viaturas para as delegacias. Contudo, Luiz Vieira ressalta que esse empenho da prefeitura de Niterói não pode ser encarado pelo Governo do Estado e pelo gabinete da intervenção federal como um sinal de autossuficiência da cidade em relação aos recursos e à estrutura estaduais. É preciso cobrar do governo as condições necessárias para que a polícia possa atuar com eficiência em Niterói, tornando a cidade segura novamente.

Por fim, Luiz Vieira ressaltou a disponibilidade da CDL Niterói em ajudar as forças de segurança naquilo que for possível e enfatizou o heroísmo que os policiais representam hoje, mediante a situação da criminalidade no Estado. O presidente também demonstrou apoio à execução do planejamento de segurança elaborado para a cidade e voltou a pedir que a visibilidade do efetivo seja o ponto principal dentro das ações previstas pela polícia.

A próxima reunião do Conselho Comunitário de Segurança Pública acontecerá no dia 28 de junho, na sede da CDL Niterói – Rua General Andrade Neves, 31, Centro. A participação é gratuita e aberta a toda a população.