Em: Eventos passados | Notícias CDLNITEROI

Reunião de Segurança na 76ª DP traz boas notícias

Aconteceu hoje pela manhã na 76ª DP, no Centro de Niterói, uma reunião de segurança pública para tratar do assunto junto a autoridades e comerciantes. O encontro não foi aberto ao público, mas direcionado para lojistas da região central da cidade e para a imprensa. No local, os profissionais garantiram que têm obtido sucesso no combate à criminalidade no município,

O presidente da CDL, Luiz Vieira, comentou sobre a importância de se resgatar a sensação de segurança na cidade, que têm sido diminuída por causa da disseminação de notícias violentas na internet, verdadeiras ou falsas, que alarmam as pessoas.

Nas últimas reuniões, o crescimento do número de arrombamentos foi algo bastante comentado. Raíssa Celles, delegada da 77ª DP, em Icaraí, declarou que os responsáveis foram identificados e foi decretada a previsão preventiva dos elementos.

Segundo ela, alguns adolescentes detidos confessaram crimes de furtos. “Apenas uma ação feita em conjunto ao Ministério Público e a Assistência Social pode sanar todas estas questões, mas estamos trabalhando para que isso aconteça”, disse.

O Coronel Paulo Henrique de Moraes, secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada Municipal de Segurança (GGIM), ressaltou que o Conselho Tutelar tem trabalhado para evitar crimes praticados por menores de idade, além do uso de crianças para pedir esmola nas ruas. Moacyr Chagas, presidente do Conselho Municipal de Segurança, destacou que representantes do Ministério Público, Conselho Tutelar e da Vara da Infância e Juventude foram convidados para a última reunião do Conselho. “São peças importantes para nossa discussão e são necessárias para a resolução destes problemas”, salientou.

Quanto aos roubos de veículos, Raíssa mostrou que após rondas frequentes da polícia e do Niterói Presente os índices tiveram queda. O Bairro Fonseca e a Região Oceânica também tiverem números de crimes diminuídos.

Moacyr Chagas destacou que o Conselho de Segurança voltou a fazer o trabalho de avaliação das delegacias, e notou que há uma deficiência no número do efetivo da cidade, mas que o Programa Niterói Presente tem ajudado bastante na segurança do município.

O tenente coronel Sylvio Guerra ressaltou que os comerciantes devem fornecer informações à polícia para que medidas sejam tomadas. “Segurança pública é dever do Estado e responsabilidade de todos”, afirmou.