A um clique do cliente

Estabelecimentos investem em divulgação através de redes sociais

Smartphones, computadores, tablets: grandes facilitadores de nossas vidas, eles tornam o ato de pesquisar na internet o que precisamos um hábito quase diário nos dias de hoje. Quando se procura por um produto ou serviço, encontrar um bom atendimento nas redes sociais faz toda a diferença para a fidelização do cliente. Pensando nisso, alguns estabelecimentos da cidade de diversos segmentos têm investido na interação com o público através de mídias sociais.

É o caso da Cooperativa Educacional de Línguas Estrangeiras de Niterói, a Celenit. Fundada em 2008, já possui um perfil no Facebook desde 2011, para criar uma rede de amizade com os alunos. A fanpage, página que possui mais de 2500 curtidas, surgiu depois. Marise de Azevedo Lima, professora co-fundadora da cooperativa e coordenadora de mídias sociais, explica que há um cronograma de postagens, que se alternam entre conteúdos com caráter informativo e promocionais. “Um dos maiores retornos proporcionados, além da manutenção da imagem, também são as parcerias formadas”, conta.

Recentemente, ela tem investido no Instagram – e gostado do resultado. “Fizemos um bolão da Copa do Mundo que obteve muita interação”, diz. Ela acrescenta que novos conteúdos de postagem são criados diariamente. “Como trabalhamos com seis idiomas, o que não nos falta é assunto para postar todo dia”, argumenta a professora de inglês.

Chamando para a loja

Na Casa das Fechaduras, a fanpage do Facebook gira em torno da divulgação da marca. A loja já tem presença no ambiente online há dois anos, contabilizando uma boa parte de suas vendas através de clientes que pesquisaram e os encontraram pelas mídias sociais. “Mesmo não tendo e-commerce, há muitas pessoas que procuram nas redes o contato do telefone e endereço da loja, além de verem nossos produtos”, explica Rafael Mariano, analista de sistemas. Ele também expressa um desejo de iniciar o e-commerce no futuro, por causa da procura.

Para manter as redes sociais da Casa das Fechaduras ativas e continuar atraindo mais pessoas para o negócio, foi desenvolvida uma agenda. “Existe um cronograma sim e são feitas de duas a três postagens por semana, que priorizam muito evidenciar parceiros e novidades em produtos” aponta Felícia Lima, Assistente de Mídia da Casa das Fechaduras. Os posts são feitos tanto na página do Facebook como na conta do Instagram. Apostar em várias redes também é uma boa alternativa para quem quer crescer e aumentar o engajamento de seus clientes. “Sempre corremos atrás de novos conteúdos, afinal conteúdo é a base do sucesso”, finaliza Felícia.

Só mais três motivos

Praticidade: A Internet aproxima as empresas do público. A comunicação é mais imediata, uma vez que as redes sociais se encarregam de dar o feedback das ações tão logo são lançadas. Elas são um excelente termômetro, visto que, em pouco tempo, mostram o que deu certo e indicam o que deve melhorar.

Melhor relação custo x benefício: O baixo custo das ações online são fundamentais para o crescimento e para o fortalecimento de uma marca. Uma página no Facebook, por exemplo, requer uma equipe bem treinada que se encarrega tanto de alimentá-la com bom conteúdo quanto de interagir com o público. Ações simples e bem executadas podem gerar resultados surpreendentes e muito rentáveis.

Maior alcance, mais vendas: A questão é simples. Se a sua marca pode dialogar com um público ainda maior, por que não investir nisso? É aí que as redes sociais mostram mais uma vez a sua força. Empresas que estabelecem uma boa comunicação online ganham visibilidade e, com isso, veem as suas vendas alavancarem.